TEXTO: Medos ou sonhos? Qual você escolhe?

my travel diary (2)

Todos nós acordamos com sonhos. Talvez uns sejam maiores que outros, mas todos temos sonhos em nós. Todos nós vivemos esperando realizar aquela viagem , entrar naquela igreja de branco, abrir a porta do próprio apartamento ou do próprio carro. Todos temos sonhos, são eles que nos fazem ter motivação para levantar da cama, são os sonhos que nos encorajam na busca pelas realizações.

Contudo, muitas vezes temos o medo. Um medo paralisante. Um medo que nos diz que aqui esta bom, que não é preciso avançar mais. Um medo que se instala dentro de nós, afirmando que sair de nossa zona de conforto é besteira: “para que se arriscar?! ” – ele grita. Para quê? Eu te faço essa pergunta! Você já se fez esse questionamento? Já se perguntou o por quê de não se arriscar?

Quando você vê alguém vivendo um sonho que seja parecido com o seu, chega a ser frustante, eu sei disso, mas saiba que essas pessoas estão vivendo seus sonhos porque escolheram correr em busca deles. Não ficaram paralisadas esperando chegar um bem feitor dando tudo que elas quiseram: “faça três desejos”. Não essas pessoas lutaram por aquilo que acreditam, pelos sonhos presos dentro de si. Elas deram vida ao que estava ali em seus corações. Sem preocupações bobas como o que as pessoas vão pensar. Não. Elas não ligam, porque realmente não importa.

E então, como vai ser? Você vai escolher viver seus medos e ver outras pessoas realizando os sonhos delas; ou vai em busca do que sempre quis e vai viver seus próprios sonhos? Tudo vai depender de você!

“Daqui cinco anos, você vai desejar ter começado hoje”

1

 

Anúncios

Texto: Uma boa conversa pode resolver tudo

 

1(1)

Hoje foi um dia daqueles bem complicados. Quando decidi que começaria o segunda de motivação aqui no blog, decidi começar justo em uma segunda, porque segundas-feiras me remetem a recomeços. E se tem uma coisa que eu amo, é a chance de poder recomeçar… O segundo motivo é que sei que para muitas pessoas as segundas não tem esse encanto todo. Para a maioria das pessoas que eu conheço na verdade, segunda é dia de preguiça, de desanimo. Para essas pessoas as segundas remetem a tristeza e dificuldade de desapegar do passado, também conhecido como: fim de semana.

A verdade é que se não fosse por uma boa conversa e um café da tarde bem reforçado, hoje eu não estaria aqui para cumprir o meu propósito. Esse propósito de motivar vocês a verem todo esse encanto que eu vejo todo começo de semana. A magia de poder se renovar, de renovar as energias é algo que tento fazer a todo momento, mas a verdade é que as vezes as coisas simplesmente não contribuem para isso. É complicado você ser otimista o tempo todo. Eu, simplesmente não consigo e hoje minha ultima gota de motivação tinha se esgotado. Eu estava exausta!

Quando dias como hoje acontecem eu costumo me recolher em meu lar e esperar a tempestade passar, mas hoje não! Hoje eu me abri para a vida e ela me enviou seus anjos. Logo de manhã um anjo (desses que Deus resolve colocar em nossas vidas quando precisamos) apareceu em minha casa e ficou aqui para ser meu ombro amigo de sempre e me ouvir desabafar. Mais tarde, outro deses anjos que a vida nos dá, me ligou e combinou de bater um papo comigo e tomar um café da tarde.

Essas conversas, esses momentos e me abrir a oportunidade de dar a cara a tapa e sair da minha toca, foi o que me motivou a reabastecer minhas energias e voltar a viver.

Estar atento as mãos que nos são enviadas para nos tirar dos nossos momentos de escuridão e nos reabastecer de luz, é muito mais do que o suficiente para reabastecer as energias e seguir a vida. Essas mãos geralmente me veem em um sorriso sincero, uma gargalhada gostosa da Beatriz, um abraço apertado, um doce e belo “mamãe”. Mas hoje elas vieram através de conversas sinceras, comida boa e muitas gargalhadas entre amigas.

Não fique se remoendo e deixando a vida passar azeda. Se você está esgotado, coloque para fora tudo o que sente e abra espaço nesse coração para momentos bons. Sua salvação pode vir através de amigos, família, uma página em branco de um caderno velho, um abraço apertado do seu filho, uma boa lambida do seu cachorro bem no meio do seu rosto ou simplesmente em um bom café da tarde. Se abra para a vida e ele devolve o melhor para você.

2

A pressão das redes sociais em você

38806659_272697970212800_389311215987326976_n

Você se sente pressionado, sufocado e totalmente desnorteado com as redes sociais? Se sua resposta for sim, então esse post é para você.

Eu venho estudando muito a respeito de marketing digital nos últimos tempos e em certo momento percebi o quanto tanta informação estava me fazendo mal. Eu estava em um estado onde buscava a perfeição e me frustrava por não encontra-lá. Montava projetos e não os colocava em prática porque não era perfeitos. Cheguei em um estado tão acelerado que quanto mais eu corria atrás dos meus objetivos, mais distantes eles pareciam. Até que percebi o mal que isso estava me fazendo e desacelerei.

É muito difícil receber tanta informação sem colocá-las para fora. Teve certos momentos que acabei ficando sem folego, desesperada e desejando tudo com imediatismo. Comecei a me sentir mal com o sucesso alheio e foi aí que pisei no freio. Opa, espera aí, como eu desejava que as coisas dessem certo para mim se eu não era nem capaz de ser feliz com o sucesso do meu colega? Como vou conseguir atrair dinheiro para mim se só estou obcecada com a falta dele em minha vida? Como quero atrair pessoas que me admirem se estou buscando ser perfeita e desse modo, vendendo uma imagem falsa de mim mesma?

Quanto mais a gente entra nesse mundo digital, mais padronizados ficamos. Entramos em uma neura de que tudo tem de ser perfeito. Derrepente nos encontramos frustrados com pessoas que admiramos, porque esse tal “fulano” tem a vida perfeita e nós não. O que não paramos para analisar é que não existem vidas perfeitas. O que existe são coisas que queremos mostrar e compartilhar com o mundo e outras que não. E apesar de tanto julgamento, isso acontece com quase todo mundo. Todos gostam de compartilhar momentos bons, grandes oportunidades, coisas legais, o sucesso… Isso não é falso, isso é humano. Ninguém gosta de compartilhar notícias ruins, momentos tristes e o fracasso. A diferença da internet e do mundo real é que aqui no ao vivo, é difícil esconder esses momentos complicados. Já na internet você acaba selecionando o que deseja ou não compartilhar.

Em momentos que você se pegar para baixo por causa da pressão que as redes, desacelere. Pise no freio. Faça uma faxina, pare de seguir quem te faz mal e aprenda a se sentir feliz com o sucesso de quem te faz bem. Não de sua atenção para aquilo que você não concorda. Lute pelo o que acredita. Não se cobre a perfeição, afinal, ela não existe. Comece por você algo que deseja mudar. Saiba que você fez o que estava ao seu alcance e se não deu certo, amanhã você tenta novamente.

Faça algo que você ame e que te desconecte da internet. Fique com a família, leia um livro, saia para jogar bola ou caminhar. Se movimente e o principal, se tanta informação está te sufocando, coloque para fora. Compartilhe. Ajude o outro com aquilo que você já sabe. Você não vai fazer menos sucesso por compartilhar, muito pelo contrário, aquilo que é compartilhado de bom grado, volta multiplicado para você.

Espero poder ter te ajudado de alguma maneira! Grande beijo no coração e até o próximo post!

Sobre a lealdade

Lealdade. Palavra forte, com significados mais fortes ainda. Em dicionários encontramos como significado: ser leal, ser integro, ser fiel… Na busca por sinônimos achamos palavras como integridade, honestidade, fidelidade, dedicação, sinceridade… Na filosofia lealdade é a semente de todas as virtudes… Mas e para você, o que essa palavra significa?

Uma sugestão de uma leitora me fez parar, pensar e refletir muito a respeito. Será que sou leal? Pratico esses conceitos diariamente? Qual o peso da lealdade para mim? Antes dessa sugestão nunca havia analisado tão profundamente o peso dessa palavra em minha vida.

Lealdade para mim é a memória do nosso coração. É a maneira de expressarmos nossa gratidão para aquelas pessoas que nos passam confiança para seguirmos sempre em frente. Ser leal é ser forte, é ser integro, é se doar sem ter a intenção de receber. É mais que ser fiel, é mais quer ser amigo, está além da parceria e em alguns casos esta além até mesmo de nossa compreensão.

Ser leal é confiar. Tem momentos em que esse sentimento será testado e você tem de estar a frente. Em outros só basta estar ali. Algumas vezes você terá de se defender. Em outras basta acreditar.

Ser leal nem sempre é certo. Mas sempre certos devemos ser? A lealdade nos testa, nos motiva, mas também nos cega.

Lealdade define nossas amizades, nosso amor, nosso caráter e nosso ser. Ser leal para mim está ligado a doação, a conexão, a confiança e a construção de nossas relações. Nos faz melhor se usada com equilíbrio, mas também tem o poder de nos destruir se não usada em suas dosagens certas.

Agora para refletir: o que é ser leal para você?

Qual a importancia de seguir seus sonhos nos dias de hoje

join us for a treasure hunt!07.02.18 • Ramos residence (1)

Ando lendo muito ultimamente sobre como aprimorar o meu “trabalho” aqui na internet. Digo “Trabalho” pois tudo o que faço aqui é por seguir apenas um sonho e isso ser o meu hobbie, mas quem não gostaria que seu hobbie virasse o seu trabalho algum dia?

Amo o que faço da minha vida, amo ser mãe, amo escrever, amo ler, amo ajudar as pessoas, amo poder controlar o meu tempo e ser dona dele e amo também o tanto que me desenvolvo pessoalmente a cada dia.Tudo isso só tem um problema nos últimos tempos. Dinheiro. Infelizmente vivemos em um mundo onde dinheiro é extremamente necessário para que possamos viver de maneira justa. Precisamos dele para suprir desde nossas necessidades básicas (como comida, produtos de higiene, ter um teto, etc.) a realização de grandes sonhos (Como uma viagem pro exterior, uma casa, um carro novo e por aí vai…). Mas e aí, desistimos do sonho e vamos seguir uma carreira apenas por dinheiro, ou continuamos a lutar por aquilo que acreditamos?

Para mim a resposta hoje em dia é bem simples, mas nem sempre foi assim. Cresci acreditando que dinheiro era o maior tabu do mundo, que só se fazia o que amava quem já nasceu rico, que pobre nasceu para trabalhar, aposentar e viver uma vidinha mais ou menos, cresci acreditando que não somos donos do nosso próprio destino e que a vida nem sempre é justa. Que coisas boas só acontecem para quem tem sorte e que sou destinada a viver uma vidinha bem mais ou menos sem grandes ambições. Fui ensinada a sempre fazer minha parte, mas rara foram os momentos em que fiz mais do que me era pedido. Durante minha vida me faltou sempre iniciativa e ação. Mas conforme fui crescendo, lendo, e ouvindo, fui aprendendo a sonhar, fui aprendendo a reconhecer o que é importante para mim, quais os meus maiores princípios e quais os meus maiores defeitos.

Acredito que tudo na vida é questão de equilíbrio e que temos que ir lutando a cada dia por aquilo que nós acreditamos. Li recentemente em um livro do Stephen King que em cursos de escrita criativa geralmente vão te pedir para escrever sobre aquilo o que você sabe. Ele diz que parece razoável, mas e se você quiser escrever sobre naves espaciais ou assassinos? O que devemos fazer então? A resposta dele é simples mas inspiradora, não somente para a escrita e sim para a vida. Você deve começar a interpretar a frase “escreva sobre o que você sabe” da maneira mais abrangente possível, pois aquilo o que você sabe vai muito além daquilo que você faz, nosso coração e nossa imaginação sabem coisas também, afinal de contas, o que seria do mundo da ficção se não fossem eles?

Essa resposta de King serve para analisarmos nossas vidas. O que fazer se não posso seguir meu sonho no momento atual. Comece a fazer aquilo que você sabe, comece fazendo o que está ao seu alcance e deixe que o seu coração e a sua imaginação te guiem.

Não faça como a maioria, não deixe com que a dureza da vida te limitem a sonhar, não deixe com que a pressão da sociedade de impeça de dar a cara para bater e correr atrás daquilo em que acredita. A maioria das pessoas que hoje são donas do sucesso algum dia já começaram do zero. Pessoas já os desinssentivaram, muros já foram erguidos em seus caminhos mas a diferença de onde estão agora e o lugar em que você está, está justamente na forma em que agiram algum dia quando tinham apenas a ideia e nada mais.

Essa é a importância de sonhamos nos dias de hoje. Cada vez as pessoas acreditam menos e menos no próprio potencial e vão perdendo a fé ao longo do caminho. Você aí que tem um sonho, faça o seu melhor, acredite, imagine e faça. Eu acredito em mim e também acredito em você!