Grandes escritoras que você precisa (re)ler: Cora Coralina

Cora Coralina

cora-coralina-1-l

Poetista e Contista brasileira, Ana Lins dos Guimarães Peixoto (Cora Coralina, é o seu pseudônimo), nasceu em 20 de agosto de 1889, em Goias e faleceu em 10 de abril de 1985. Teve seu primeiro livro publicado aos 75 anos, nos provando que nunca é tarde para seguirmos nossos corações e realizarmos nossos sonhos.

Com nível de escolaridade de apenas a terceira série do primário concluída, ela escrevia seus contos e poemas desde os 14 anos, que chegaram a serem publicados em jornais. Ao longo de sua trajetória chegou a publicar também o seu conto “Tragédia na Roça” no “Anuário Histórico e Geográfico do Estado de Goiás”, com seu pseudônimo de Cora Coralina e foi convidada a participar da Semana da Arte Moderna, mas foi impedida de ir pelo marido. Após a morte do marido decidiu seguir a carreira de doceira para criar os quatro filhos e viveu por muito tempo com sua produção de doces. Trabalhou também como vendedora de livros em São Paulo, que foi onde também foi em busca de aprender a datilografar aos 70 anos e decidiu ir atrás de editoras e foi aos 75 anos que conseguiu realizar o seu sonho de publicar o seu primeiro livro “O Poema dos Becos de Goiás e Estórias Mais”.

Nos seus últimos anos de vida ela vendeu vários livros, foi elogiada por ninguém menos que Carlos Drummond de Andrade, recebeu o título da Doutor Honoris Causa da UFG. Foi eleita com o “Prêmio Juca Pato” da União Brasileira dos Escritores e participou de várias conferencias e programas de televisão.

Uma mulher cheia de talento e inspiradora que nos faz perceber o quão forte e capazes somos. E que nos deixou além de diversas obras a maior mesagem de todas, de que devemos correr atrás dos nossos sonhos sempre e que nunca é tarde demais para podermos realiza-los!

“O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.” _ Cora Coralina.

 

Anúncios

O tempo passa…

IMG_5597

(Imagem via Brandon Woelfel)

… não! O tempo voa mesmo e com jatos propulsores!

No começo do mês escutei em um comercial na TV: “especial dez anos de Crepúsculo” e só consegui pensar: opa! Espera aí! Como assim dez anos? Dez anos? Mas parece que foi ontem quando eu ganhei meu primeiro livro. O tempo decolou anos luz a frente e eu nem vi passar, ou eu vi.

Ok, não estamos aqui para discutir quem gosta ou não de Crepúsculo, mas é que descobri o livro junto um momento importante da minha vida: meu primeiro emprego aos 16 anos, sim vou completar 26 anos em março e parei para pensar: o que eu fiz da vida? O que eu construí? Sabem, ao invés de me desesperar, eu AGRADECI! Porque embora não tenha grandes bens materiais, eu tenho a melhor coisa do mundo e por sinal um dos meus grandes sonhos: Minha Família!

Sabe quando você é criança e escolhe três desejos, caso um gênio apareça, um deles eu tenho bem aqui comigo, todos os dias, o que me faz pensar: nada pode me impedir de alcançar os outros não é mesmo? Dentro desses dez anos, dentro dessa vida toda, ganhei o maior dos presentes, minha filha e ela é a maior realização que eu poderia ter.

Tenho mais dois desejos que agora, mais do que nunca, queimam no meu coração e não vou desistir deles, afinal devo isso aquela garotinha que sentava no quintal com um lápis e borracha e escrevia sem parar sobre sua vida. Devo isso a garotinha que queria conhecer o mundo todo e ler todos os livros que existissem. A garota que ia para faculdade, falaria todas as línguas que existissem e trabalharia com o que mais amava. Talvez alguns sonhos mudem ao longo da vida, porque amadurecemos, melhoramos, vivemos situações que nos transformam e nos fazem partir em outra direção.

Contudo o importante é viver a vida de uma forma que quando mais dez anos se passarem, possamos olhar para trás e ver que se não pudemos realizar algo, ao menos, tentamos, amamos e nunca deixamos de sonhar!

 

Não espere, faça acontecer!

flickr

(Imagem via Cari Ann Wayman – Flickr)

Hoje ao acordar e me olhar no espelho pensei por quanto tempo eu dormi e não vi a vida passando. Quantas coisas ficaram ali jogadas na minha cabeça e no meu coração sem eu nunca tê-las deixado acontecer. Quantos sonhos abandonados que eu sempre desejei realizar, mas nunca lhes dei uma chance.

Você também já se sentiu assim? Como se tivesse deixado uma parte de você adormecida ou até mesmo morta e vivido apenas aquilo que era mais cômodo? Aquilo que era mais fácil? Você já se sentiu perdido e como se não houvesse mais nada pela frente?

Lembrei de quando era pequena e queria ser professora, veterinária, princesa. Lembrei que naquele tempo nada teria me impedido de ser o que eu quisesse. Na verdade nada impedia mesmo, minha imaginação me deixava ser o que eu queria. E todas as vezes eu era corajosa em seguir meu sonhos, meu caminho, sem me importar com absolutamente nada.

Hoje, quando percebi isso, decidi que a minha vida não seria mais assim! Que não deixaria morrer em mim aquilo que me faz feliz, aquilo que sempre sonhei. Decidi fazer acontecer independente do que me digam, do que opinem, pois aqui dentro de mim ninguém sabe melhor o que brilha, o que queima, apenas eu sei. Esta na hora de deixar florescer de novo aquela criança que vive aqui dentro, que é forte o suficiente para ser quem quiser.

E você, como vai começar a viver a sua vida? Depende de você! Não espere, faça acontecer e comece hoje! O melhor da sua vida te espera!

O que você quer ser?

Mulher-direcione-seus-pensamentos

O que você quer/queria ser? Qual profissão quer seguir? Tem certeza de que é isso mesmo ou é algo que a sociedade te impôs? Seja sincera consigo mesma: É isso mesmo que você quer? Isso te faz feliz? Te faz realizada pessoalmente e não somente profissionalmente?

Seja quem você quiser ser e não quem os outros querem que você seja!

Ninguém pode viver minha vida melhor do que eu mesma, assim como ninguém viverá a sua para você, são suas escolhas, sua vida, o seu tempo! Odeio quando tentam me botar limites, cortar as minhas asas, fazer de mim alguém que não quero ser, então não se permita aceitar a frustração de dar ouvidos a alguém que não seja você mesma.

Não vá contra seus sonhos ou você poderá se afogar ao ir contra a maré. Quando se faz algo que se ama o sucesso é garantido, mesmo que no futuro, pois você se dedicará de corpo e alma a fazer aquilo por amor e parecerá um lazer. Já quando, você for fazer algo pela ganância, ou porque alguém te desmotivou a seguir os seus sonhos, ou até mesmo por você ter se alto desmotivado achando que aquilo não tem futuro, meu bem, o fracasso é certeiro, pois aquilo não passará de uma obrigação.

Você é o dona de si mesma, você é a dona de suas vontades, você é a dona do seu coração, você a dona do seu tempo, você é a dona da sua vida e você é, principalmente, a dona das suas escolhas. Você tem como obrigação com você mesma fazer escolhas que te façam felizes, sejam elas feitas em sua vida pessoal ou profissional.

Você quer ser Dentista? Professora? Escritora? Esteticista? Blogueira? Advogada? Médica? Ou seja qual profissão for, vá atrás disso e se caso mudar de ideia se renove e comece novamente, comece do zero, mas seja feliz.

Você vai saber que está no caminho certo quando aquilo te der prazer, a hora passar voando e você não se sentir obrigada. Você não é obrigada a nada!

Siga seus sonhos e sonhe alto, se realize, tenha sucesso, seja feliz! Você tem meu total apoio para ser o que você quiser. Para ser uma pessoa brilhante, para ser uma super profissional e para ser super bem sucedida. A pergunta é: Você tem o seu? Não desista de si mesma, eu não desistirei e quanto a todos aqueles que forem contra, tenha certeza de uma coisa: os que gostam mesmo de você vão estar de pé aplaudindo seu sucesso no final das contas. Então minha amiga: Siga os TEUS sonhos e seja o que TE faz feliz!

 

Só quem sonha consegue chegar onde quer

 

metasBom, por onde começar? São tantas ideias, planos e sonhos diferentes que andam para lá e para cá sem dar sossego. É tanta coisa absurda, tanta incerteza sem fundamento que faz minha mente girar e girar sem saber aonde chegar.

Às vezes eu esqueço que ainda vivo nessa realidade e saio flutuando entre mundos paralelos de uma vida que ainda não vivi. Penso em como seriam meus dias se tivesse tomado essa ou aquela atitude? Quais seriam meus objetivos? Seriam os mesmos? Quais caminhos eu teria tomado? Quem eu seria hoje?

Tantas questões controversas, às avessas, confusas, sem fundamento ou lógica. Tanta coisa que vai e volta. Tanto querer, sem saber se vai funcionar, com medo de que funcione, de que dê certo, dê que tudo se realize, ou pior, e se não acontecer? E se nada do planejado, tão sonhado, tão esperado se realizar? Como fico? Como ficam os planos? Será que continuam? Será que serão os mesmos? Eles já mudaram tantas e tantas vezes. Já foram de um jeito e de outro. Coloridos e preto e branco. Já cantaram, resmungaram e até gritaram comigo. Me proporcionaram alegrias e decepções, mas de um jeito ou de outro nunca saíram de mim. Nunca se afastaram ou me deixaram esquecer de acreditar.

Então, sonhar, ter metas, talvez seja para que nunca deixemos de ter esperança, de acreditar em um dia melhor, com grandes ou pequenas realizações. Sem se importar com as decepções, pois cada novo dia nos da uma nova oportunidade para um outro sonho que pode, ou não, mudar de forma. Ser melhor do que aquele que já passou e não deu certo.

Meus sonhos mudam conforme eu mudo! Mudanças assustam, mas são importantes marcos para qualquer um. Portanto, sonhe hoje com o que quiser. Mude quando quiser e deixe que seus sonhos te acompanhem nessa mudança. Se ontem você queria ser astronauta e hoje só quer uma carreira em um escritório, que seja, a vida é sua, os sonhos e planos são seus. Só nunca, por nada, nem ninguém, deixe de acreditar nas possibilidades. Jamais deixe de acreditar nos SEUS SONHOS, pois só quem sonha consegue chegar onde quer.