Grandes escritoras que você precisa (re)ler: Cora Coralina

Cora Coralina

cora-coralina-1-l

Poetista e Contista brasileira, Ana Lins dos Guimarães Peixoto (Cora Coralina, é o seu pseudônimo), nasceu em 20 de agosto de 1889, em Goias e faleceu em 10 de abril de 1985. Teve seu primeiro livro publicado aos 75 anos, nos provando que nunca é tarde para seguirmos nossos corações e realizarmos nossos sonhos.

Com nível de escolaridade de apenas a terceira série do primário concluída, ela escrevia seus contos e poemas desde os 14 anos, que chegaram a serem publicados em jornais. Ao longo de sua trajetória chegou a publicar também o seu conto “Tragédia na Roça” no “Anuário Histórico e Geográfico do Estado de Goiás”, com seu pseudônimo de Cora Coralina e foi convidada a participar da Semana da Arte Moderna, mas foi impedida de ir pelo marido. Após a morte do marido decidiu seguir a carreira de doceira para criar os quatro filhos e viveu por muito tempo com sua produção de doces. Trabalhou também como vendedora de livros em São Paulo, que foi onde também foi em busca de aprender a datilografar aos 70 anos e decidiu ir atrás de editoras e foi aos 75 anos que conseguiu realizar o seu sonho de publicar o seu primeiro livro “O Poema dos Becos de Goiás e Estórias Mais”.

Nos seus últimos anos de vida ela vendeu vários livros, foi elogiada por ninguém menos que Carlos Drummond de Andrade, recebeu o título da Doutor Honoris Causa da UFG. Foi eleita com o “Prêmio Juca Pato” da União Brasileira dos Escritores e participou de várias conferencias e programas de televisão.

Uma mulher cheia de talento e inspiradora que nos faz perceber o quão forte e capazes somos. E que nos deixou além de diversas obras a maior mesagem de todas, de que devemos correr atrás dos nossos sonhos sempre e que nunca é tarde demais para podermos realiza-los!

“O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.” _ Cora Coralina.

 

Anúncios

Viva bem!

7bc076c645e7fb78f621c53389888f1e

(Foto via: Pinterest , por:philosophy)

Não importa quantas e quantas vezes você tenha que se renovar. Se não está bom para você da maneira em que está, renove-se. Mude a cor do cabelo, busque por novos conhecimentos, adote um animal de estimação, ouça outros tipos de estilos musicais, faça novos amigos. Mude por fora ou por dentro, cresça, aprenda, amadureça…

Se sua vida não está boa da maneira em que está, não serão com as mesmas atitudes de sempre que ela vai mudar. Você e só você tem esse poder de escolher para que lado deve seguir. São suas as escolhas e de mais ninguém.

Reserve seu medo em um espaço que seja somente dele. É bom que ele exista e que você se lembre que ele está ali, mas não é bom que ele se misture junto a todos os outros sentimentos. Sentir medo é humano, mas deixar com que ele te impeça de ser você e de fazer o que ama, é burrice! Como eu disse ele vai existir sempre, e sinceramente é bom que ele exista. Porém nada será mais prazeroso que vence-lo. Seja você a dona de seu destino e guie não somente sua vida, mas também todos os seus sentimentos.

Confie no que você acredita, no seu potencial e em sua essência. De amor ao próximo e ainda mais a você mesma. Se ame e ame tudo que você faz, parece bobo e clichê, mas esse sim, é um sentimento com o qual você deve misturar a todos os outros. Quando você ama, você é feliz, você sabe se colocar no lugar do próximo, você sabe confiar, apoiar e respeitar. Quando você ama, você acredita. E acreditar, meu bem, é o maior dos segredos.

Por fim tome uma atitude, se mova, vá em frente, junte tudo isso que eu te disse e se destaque. Brilhe! A vida curta, mas ao saber apreciar todos os momentos, faz com que ela valha a pena ser vivida. Aproveite-a!

Grandes escritoras que você precisa (re)ler: Jane Austen

148508_900

Decidi criar essa série de posts onde possamos conversar um pouco mais sobre grandes escritoras que marcam e tem marcado nossas histórias com a graça de seus obras. Espero que assim possamos cada vez mais destacar não somente as mulheres, mas também livros que trazem consigo aquele aconchego no coração que a gente tanto gosta. E através desses quesitos não consegui pensar em ninguém mais e ninguém menos que Jane Austin. Ela foi uma escritora tão sensacional que suas obras encantam gerações e gerações até os dias de hoje. Vamos conhecer um pouco mais da autora e a cada obra que eu for lendo ou relendo, irei publicando as resenhas aqui no blog e espero que vocês entrem nessa comigo e abram suas mentes e seus corações para experiencias maravilhosas a cada livro.

Sempre procuro saber quem é a grande mente por trás de cada livro que leio, para mim essa é a experiencia mais fascinantes da leitura, poder entrar na mente de outra pessoa e descobrir um universo que, até então, só existia para ela. Fora que acabamos por conhecer um pouco mais da vida e dos ideais da pessoa.

Jane Austin foi uma escritora inglesa, considerada uma das maiores romancistas da literatura do século XIX. Ela nasceu em 1775, em Steventon, Hampshire, na zona rural da Inglaterra e faleceu em 1817, em Winchester, Inglaterra.

Sua primeira obra foi “Lady Susan” , escrito aos 17 anos. Ao longo de sua vida escreveu também os clássicos “Orgulho e Preconceito“, “Persuasão“, “Razão e Sensibilidade“,”Emma“, “Mansfield Park“. Após sua morte seus sobrinhos terminaram suas obras “Os Watsons” e “Sanditon” que haviam sido deixados por ela inacabados e os publicaram.

Com obras incríveis, cheias de ironia e sutileza Jane Austen foi e é uma figura feminina muito importante não somente para a literatura mas também como inspiração. As obras da autora buscavam fazer grandes críticas a sociedade vitoriana que viam o casamento como a unica forma de uma mulher ser vista corretamente em meio social. Não é atoa que a séculos ela ainda faz muito sucesso e tem muitos fãs que são completamente apaixonados por suas obras.  Suas obras tiveram também algumas adaptações, inclusive para os cinemas delas foram também adaptadas para os cinemas.

Teremos inclusive uma novela da globo que estreia hoje e terá todo o enredo adaptada nas obras da autora, estou muito ansiosa para ver o resultado em forma de novela, como boa amante de adaptações.

Se você ainda não leu nenhuma obra dessa grande escritora, sugiro que leia e que tente extrair o máximo de aconchego em seu coração a cada uma delas. Espero que tenham gostado e conto com vocês para um feedback e sugestões nessa nova série de posts. Grande beijo no coração de cada um!

 

*Comprando livros por este link “amazon.com.br ” você ajuda no crescimento do blog e agradecemos muito!*

Parabéns MULHER!

27c37f97b37f67ddfdcfabcbde9c2b46

(Foto via: Pinterest, de: wanderlust_jess)

Hoje acima de tudo quero parabenizar a todas vocês, mulheres. Mulheres guerreiras, trabalhadoras, empreendedoras. Seres de luz, seres de força, seres de independência, seres de paz, seres de amor.

Parabéns pela sua força, pela sua sensualidade. pela sua delicadeza, pela sua brutalidade, pela sua beleza, pela sua garra, pelos seus esforços, pela sua habilidade, pela sua inteligencia, pela sua generosidade, por sua luta e por sua fé.

Parabéns a todas as mães, a todas as amigas, a todas as esposas, a todas as tias, a todas as irmãs, a todas as avós, a todas as madrinhas, a todas as primas, a todas as filhas.

Parabéns as advogadas, as cozinheiras, as médicas, as engenheiras, as psicologas, as agriculturas, as faxineiras, as caminhoneiras, as policiais, as professoras, as funcionárias públicas, as militares, as mecânicas, as jornalistas, as fisioterapeutas, as escritoras, as apresentadoras, as blogueiras, as cantoras, as atrizes, as modelos, as atletas e a todas que exercem a sua profissão com dignidade, dedicação e que luta por seus direitos diariamente.

Parabéns a todas as donas: as dona de casa, as donas de empresa, as donas de comércio, a donas de carros, as donas do seu próprio corpo, as donas do seu próprio tempo, as donas de suas escolhas, as donas de suas responsabilidades e acima de tudo, as donas daquilo que nos é de nossa maior propriedade, as donas de si!

Parabéns você mulher, parabéns por ser esse ser forte, parabéns pelos seus sonhos, parabéns pela sua história e parabéns pelo seu destino. O direito de igualdade é todo seu! E tenho certeza que aos poucos, cada vez mais você e eu iremos conquista o mundo!

Todos os dias são nossos, mas hoje, mais do que nunca, Parabéns MULHER!

Nem todos os dias são de sol

9a432fe90512f1e53da92d2f16d69bbc

Hoje senti na pele o que é ser mulher, o que é ser mãe, o que é ser humana, o que é ser de cidadã de bem, de não ter proteção, de precisar andar com medo a cada passo que você da na rua. Como na visão dos outros somos frágeis, somos fracas, somos nada…

É claro que a violência está para todo lado para todo mundo, está presente a todos aqueles que aparentam ser mais fracos, está para aqueles que tem algo a perder e a gente sempre tem algo a perder. Mas hoje me senti assim, o sexo frágil, aquela que não pode ter sua própria liberdade de andar para a rua sem ter medo de um assaltante, um assassino, um estuprador e todos os outros perigos que corrermos por vivermos em um mundo onde para muitos uma vida não vale absolutamente nada!

Não gosto de falar de assuntos pesados assim no blog, mas o mundo, infelizmente, graças a seres extremamente vazios, não é só flores. Por mais triste que seja nem todos os dias são de sol e você mesmo sendo”apenas mais um” em meio a multidão pode ser a vítima de dias tristes, pesados e escuros. Toma cuidado a cada passo que você dá, infelizmente, vivemos em uma sociedade onde a segurança já não existe. Vivemos presos em nossa própria casa e exposto quando decidimos passear pelas ruas.

Hoje por pouco quase fui assaltada e agredida enquanto estava dando mamar para minha filha, em vez disso, um cara que provavelmente não tem um valor na vida passou por mim e agrediu uma moça que atravessa a rua para ir para a academia. Não sei se foi o fato de eu dar de mamar, de eu estar com um bebê ou de não estar com nada material em minhas mãos, mas senti medo, pavor e vontade de proteger minha filha enquanto junto a voz da moça que era roubada e agredida eu corria e gritava por socorro.

Graças a Deus dos males desse dia triste que permanecerá para sempre em minha memória, algo sem valor, material e que provavelmente aquela moça trabalhou, lutou, pagou com seu tempo e suor foi só o que foi levado. A vida dela, graças a a Deus está intacta, e por Deus novamente a minha e da minha filha também.

Mas o dia de hoje me fez perceber ainda mais o quão frágil sou, eu não tinha nada comigo mas ao mesmo tempo tinha tudo. Nada de material me foi tirado, pois comigo não carregava nada. Mas graças a Deus tudo o que tenho de valor também permaneceu comigo, minha vida e algo que para mim é ainda mais valioso, a vida de minha filha. Tem muito a agradecer, mas também muito a lamentar… Me faz refletir o quanto valores estão sendo perdidos, enquanto a pessoa poderia estar fazendo algo para melhorar este mundo tão caótico, só ajuda a piorar… Que mundo é esse?