Nem todos os dias são de sol

9a432fe90512f1e53da92d2f16d69bbc

Hoje senti na pele o que é ser mulher, o que é ser mãe, o que é ser humana, o que é ser de cidadã de bem, de não ter proteção, de precisar andar com medo a cada passo que você da na rua. Como na visão dos outros somos frágeis, somos fracas, somos nada…

É claro que a violência está para todo lado para todo mundo, está presente a todos aqueles que aparentam ser mais fracos, está para aqueles que tem algo a perder e a gente sempre tem algo a perder. Mas hoje me senti assim, o sexo frágil, aquela que não pode ter sua própria liberdade de andar para a rua sem ter medo de um assaltante, um assassino, um estuprador e todos os outros perigos que corrermos por vivermos em um mundo onde para muitos uma vida não vale absolutamente nada!

Não gosto de falar de assuntos pesados assim no blog, mas o mundo, infelizmente, graças a seres extremamente vazios, não é só flores. Por mais triste que seja nem todos os dias são de sol e você mesmo sendo”apenas mais um” em meio a multidão pode ser a vítima de dias tristes, pesados e escuros. Toma cuidado a cada passo que você dá, infelizmente, vivemos em uma sociedade onde a segurança já não existe. Vivemos presos em nossa própria casa e exposto quando decidimos passear pelas ruas.

Hoje por pouco quase fui assaltada e agredida enquanto estava dando mamar para minha filha, em vez disso, um cara que provavelmente não tem um valor na vida passou por mim e agrediu uma moça que atravessa a rua para ir para a academia. Não sei se foi o fato de eu dar de mamar, de eu estar com um bebê ou de não estar com nada material em minhas mãos, mas senti medo, pavor e vontade de proteger minha filha enquanto junto a voz da moça que era roubada e agredida eu corria e gritava por socorro.

Graças a Deus dos males desse dia triste que permanecerá para sempre em minha memória, algo sem valor, material e que provavelmente aquela moça trabalhou, lutou, pagou com seu tempo e suor foi só o que foi levado. A vida dela, graças a a Deus está intacta, e por Deus novamente a minha e da minha filha também.

Mas o dia de hoje me fez perceber ainda mais o quão frágil sou, eu não tinha nada comigo mas ao mesmo tempo tinha tudo. Nada de material me foi tirado, pois comigo não carregava nada. Mas graças a Deus tudo o que tenho de valor também permaneceu comigo, minha vida e algo que para mim é ainda mais valioso, a vida de minha filha. Tem muito a agradecer, mas também muito a lamentar… Me faz refletir o quanto valores estão sendo perdidos, enquanto a pessoa poderia estar fazendo algo para melhorar este mundo tão caótico, só ajuda a piorar… Que mundo é esse?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s