As ruínas desse amor!

ruinas

Ainda estou presa ao momento em que você deu as costas e eu permaneci olhando a porta se fechar lentamente. Você nunca vai saber, mas eu chorei feito uma criança naquele dia. Eu queria poder consertar todos os nossos erros, mas você desistiu antes que eu pudesse tentar. Eu te disse coisas absurdas e você se quer tentou mudar. Você me feriu com palavras e atitudes frias e eu não fiz nada para te fazer desistir de ir embora.

Os nossos sonhos foram se perdendo junto com nossas esperanças e a nossa casa esta com a pintura ruída pelo tempo, assim como o que restou desse amor. Todas aquelas acusações sem sentido,  todo aquele sentimento confuso esta se refletindo agora em mim e em você enquanto deixamos morrer o que já foi bonito.

O jardim que você construiu com tanta avidez, agora se perde em folhas secas e flores mortas. Toda a beleza daquela árvore onde eu costumava ler e você deitar sobre meu colo, nada já não existe lá, apenas um tronco seco e sem vida.

Eu lutaria mais uma vez se tivesse chance, mas quando você foi embora, levou consigo todas as minhas forças. Sem olhar para trás você me abandonou e eu deixei que você o fizesse. Agora essas feridas aqui dentro estão corroendo o pouco de sentimento que restou, mas não há esperança enquanto vejo  as paredes da nossa casa desmoronando, sem qualquer chance de se reconstruírem. Assim como eu e você.

Acho que é hora de dizer adeus e procurar um novo lar.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s